RGPD

RGPD


 

 

Os efeitos do RGPD (Regulamento Geral de Protecção de Dados) sentem-se desde o dia em que este entrou em vigor, em Maio de 2018.

As possíveis consequências, não só para as empresas que comercializam os dados, mas também para aquelas que os utilizam, deixaram muitas campanhas em stand by e a maioria das organizações está ainda a estudar de que forma poderá continuar a comunicar com os seus clientes.

É um facto que têm de ser tomadas medidas dentro das organizações relativamente à forma como são tratados e utilizados os dados pessoais dos seus clientes, mas também é um facto que ainda há muitas dúvidas, desconhecimento e informação sem fundamento a circular sobre este tema. 

Ao longo dos últimos meses, a SPIE tem-se dedicado a analisar este Regulamento. No caminho encontrámos aquele que, a nosso ver, é um dos mais rigorosos e fiáveis guias “de sobrevivência” ao RGPD. A ICO, a comissão responsável pela protecção de dados em Inglaterra, desenvolveu um imenso trabalho teórico sobre este regulamento com inúmeras directivas para as empresas. Por nos parecer de enorme relevância para todas as organizações, colocamos AQUI o link do guia, desenvolvido pelo Royal Mail, para que possa fazer o download.